terça-feira, 12 de agosto de 2014

Na luta, na rua, na festa, na universidade, no trabalho. Na vida: mexeu com uma, mexeu com todas!

Em um bar, com umas amigas.

Uma das minhas amigas se retira do bar por conta do seu ex estar trabalhando lá. O cara tem um histórico violento e definitivamente não era de confiança.
Em decorrência disso, pedimos ao dono que o dispensasse, pois além de oferecer risco a uma de nós (frequentadora do bar), já tinha ameaçado outra com uma arma.

O dono do bar, que é de nossa relação o dispensou.

Dias depois, no mesmo bar, o cara entrou e ficou cercando nosso grupo. Falou com uma, com outra e me ameaçou. Como não sou de levar desaforo pra casa, discuti com ele e avisei o dono do bar.

- Tu não me conhece, não sabe do que eu sou capaz.
- Não te conheço, não tenho o menor interesse de te conhecer. Sei que tu é  um merda, um babacão machista e isso é o suficiente pra não querer que tu chegue perto de mim ou das minhas amigas. Tá todo mundo avisado, se tu seguir vindo aqui, nós vamos embora.

Comentei com uma das minhas amigas:

- Se esse cara chegar perto de mim de novo, eu quebro essa garrafa nele.
- Bah guria, que foda isso. Mas fazer o quê? Se tu der nele, sou obrigada a dar também!

Te liga, babaca machista: mexeu com uma, mexeu com todas!


Por MARIA,L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário