quinta-feira, 10 de abril de 2014

Morro de amor, dia e noite

A parte boa e que o amor romântico morreu em mim.
A ruim é que ainda amo.
Antes fosse paixão, ai talvez eu já tivesse me curado.
Paixão é doentia, mas sara.
Amor não.
Morro aos poucos.
A cada dia, espero a noite. E morro!



Por MARIA,L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário