segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Muito

Amar  é a arte do desapego.




Mesmo desapegada/desapegando, amar é um eterno querer.
E a sina de quem ama, é o muito.

Muito amar.
Muito sofrer.
Muito querer.
Muito desapegar.


Por MARIA, L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário