terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Quando teu olhar cruza o meu



Queria dizer que te amo.
Queria dizer que sinto tua falta.
Queria dizer que minha cama está vazia desde que partiu.
Queria dizer que meu corpo soa, quando te aproxima.
Queria dizer algo que tu quisesses de ouvir da minha boca.
Aliás, queria dizer algo sobre a tua boca.
Mas não posso.

Ah, quando meu olhar cruza o teu...

Não posso, pois por mais que te ame e que senti tua a falta, eu não diria isso pra ti.
Até porque a minha cama não esteve vazia. Outras bocas, outros corpos e outros sexos passaram por aqui.
Meu corpo suou por tantos motivos. Mas aprendeu que na tua ausência, muitos outros são presença.
Tu ainda habita meus dias, reconheço.
Mas não te amo mais. E também não odeio.
Lembre que não posso mais você, desde o dia que tu não mais me pôde.


Por MARIA,L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário