terça-feira, 24 de dezembro de 2013

.natal, Feliz!

Há algum tempo o natal não significa grandes coisas pra mim.
Há algum tempo, perdi a fé naquilo que eu considerava sagrado, importante e divino. Deixei de acreditar em muitas das coisas que me moveram durante anos, que foram a minha razão de ser e de viver.
Isso acabou, lamentavelmente, se acabou em minha existência.

Sempre achei que o espírito de natal fosse o momento de reunir a família e os amigos, e nos últimos anos percebi que nem isso faz muito sentido. O sentido do nascimento de cristo deveria ser a grande renovação em nossas vidas. Mas não é.

Quando famílias não conseguem sentar em uma mesma mesa para partilhar o momentos, não faz sentido nenhum a comemoração cristã.
Quando as pessoas vão a igreja comungar e rezar, e saem de lá falando uma das outras, não faz sentido nenhum a comemoração cristã.
Quando não conseguimos ficar ao lado das pessoas que amamos, porque realmente queremos, não faz sentido nenhum a comemoração cristã.
Quando as compras são mais significantes que a intensão de presentear alguém, não faz sentido nenhum a comemoração cristã.


Recentes encontros mexeram com os meus sentimentos, mas os fatos são os fatos. Por mais que consigamos nos reunir em algum momento, os outros 364 dias deveriam ter o mesmo sentido de amor e comunhão. Se não têm, natal algum faz sentido.

Eu tirei meu natal para ficar com meus pais. Desde que deixei de morar com eles, procuro passar um tempo com eles, pois sem o valor que isso tem. Nos falamos por telefone sempre, os visito regularmente, mas ficar com eles no natal pra eles é importante. Pra mim, é o suficiente.

Para aqueles que reivindicam o sentido cristão, ou religioso de alguma forma, que possam viver esse período com sabedoria e amor, mas sobretudo que façam que esse sentimento se estenda por todos os dias do ano que estão para nascer.

Já para os que não acreditam em nada, que o dia seja pleno, e que as festas sejam cheias daquilo que mais lhes agrada. Mas não deixe de tirar um tempo para ficar com aqueles que se ama, pois mesmo quando essas festas não fazem sentido, a ausência dos que amamos é muito mais evidente durante as festas de fim de ano.

De qualquer forma, com ou sem fé, tenham um feliz natal, seja para curtir o feriado, seja para curtir a vida. Mas que seja para curtir o que se ama!



Por MARIA,L.P.

2 comentários:

  1. Quando eu era pequeno havia mais sentido o natal. Passava em família, estudava em colégio católico e tals. Então eu cresci, acho que li demais sobre tudo e parei de ir as comemorações cristãs da família. Não me sinto bem no meio de opiniões que me ofendem. Não curto quem idolatra cristo e ainda insiste em apedrejar os outros.
    Comecei a viver cada dia como se fosse o último, ou como se fosse sempre o mesmo, não sei. Logo, natal não me faz mais muito sentido. Passei esse natal com a família de uma grande amiga que amo muito. Passei jogando cartas e assaltando a geladeira de madrugada, tem coisa melhor? haha
    Comentei aqui também pra dizer que leio seu blog faz mais ou menos um ano e adoro seus textos e seu ativismo! Continue o bom trabalho =)
    Abração no coração e feliz natal, cristão ou não!

    ResponderExcluir
  2. Bastian,

    Obrigada pelo comentário! Primeiro, pq tenho leitores que nem imagino, pois dificilmente comentam, e fico sempre felizona quando recebo um comentário legal!
    Tenho observado que essas comemorações não fazem sentido para a maioria das pessoas com quem me relaciono. Na noite de natal, jantei com minha familia e depois fui para uma festa "forte" antinatal, e a maioria dos meus amigos estava lá. Não desprezo o sentido religioso, pois ele faz parte da minha formação pessoal,e sem isso eu não teria me tornado a mulher que sou hoje. Também não rejeito outras coisas, por serem importantes para minha família, pois por mais que discordamos em muitas coisas, tenho uma boa relação com eles e quero manter isso, independente das distintas opiniões. Mas família, também escolhemos: eu escolhi ficar com a minha, vc escolheu a familia da tua amiga. De sangue ou não, os que amamos são a nossa família e é importante passarmos um tempo com eles.

    Agradeço por ser meu leitor, e confesso que andei espiando teu blog tb, e achei super crítico, gostei! Seja sempre bem vindo e tenha um lindo 2014!

    ResponderExcluir