domingo, 31 de março de 2013

Pessach

"Não exista nada inerente ou essencialmente sagrado nas coisas. Os artefatos e idéias são sagrados apenas porque são simbolizados e representados como tais.” (Silva, 2001, p.41)



...


“Tentei ser crente, mas meu Cristo é diferente
A sombra dele é sem cruz, no meio daquela luz...”

(Trecho de Meu mundo é o Barro – O Rappa)



Aproveitem a Pessach!

Por MARIA,L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário