domingo, 15 de julho de 2012

Realmente precisamos de um dia do homem?

Me recusei a comentar qualquer coisa sobre o dia do homem no facebook, mas é uma data tão sem noção que não poderia deixar passar.

Em uma sociedade em que se presenteiam mulheres com rosas no 8 de março, mas esquecem que o presente maior é dignidade.
Para esse dia, homenageiam os homens com imagens de mulheres de biquini, cerveja e churrasco. Como se nós mulheres também não gostássemos de cerveja e churrasco tanto quanto (ou mais) que os homens. Mas a mulher de biquini serve para nos lembrar o nosso lugar ao lado da cerveja e do churrasco. Somos algo a ser saboreado e ostentado por babacas que acham que precisam de um dia a mais no ano para se promoverem.

Não que eu seja contra homenagear homens. Tenho homens em minha vida que são fantásticos.
Mas a questão é a iniciativa.
Quando se criou o dia internacional da mulher, foi em uma homenagem a mulheres trabalhadoras que morreram por revindicar direitos básicos (direitos que os homens da epóca ja tinham).
Também não se trata de subestimar a capacidade intelectual masculina, como nas postagens que vi 'Feliz dia do homem, os outros esperem o dia das crianças'.
Não é feminista ser contra o homem, o nome disso é misândria.
Mas normalmente esse tipo de clichê não passa de senso comum, do tipo 'homens são x' ou 'mulheres são y'. Falta de reflexão.

Estou mais no alinhada com a crítica sobre, por que um dia internacional do homem? O que levou a isso? O comércio? Talvez, mas acho que não pegou.
Quando se cria uma data com este fim, é porque nos outros dias do ano não se pensa/discute/reflete sobre isso.
Nessa sociedade machista, onde alguns estão nos chamando de 'feminazi', dizendo que contribuimos para a manutenção uma soceidade 'bucetista', que se revindica um dia para o orgulho hétero, que se estupra para corrigir da homoafetividade, que a culpa de todos os problemas masculinos são responsabilidade das mulheres, realmente precisamos de um dia do homem?

Eu, acho que definitivamente, não.
De qualquer forma, ensinem seus filhos a respeitar, e não suas filhas a temer.


Por MARIA, L.P.

Um comentário:

  1. Sou totalmente a favor da igualdade de sexo, e para isso, não vejo problema nenhum ter um dia do homem.
    Se é para sermos iguais não podemos privilegiar qualquer minoria, o nome disso é "tapar o sol com a peneira". Há um vídeo na internet sobre o que o ator Morgan Freeman acha do "mês da consciência negra", eu penso a mesma coisa com relação às mulheres! (Ver link abaixo)
    Sem contar que o dia do homem NÃO seria um dia inútil. Deixo abaixo um link sobre o papel do homem na sociedade, e verás que com o passar dos tempos os homens vêem tendo seu papel diminuído. Isso é bom para as mulheres terem seu espaço, mas o que está acontecendo é que estão deixando-os de lado! Não há políticas públicas sobre prevenção de doenças ou contra o suicídio. Bom, é isso. Só acho que é interessante, para que tenhamos uma real igualdade, que desfrutemos dos mesmos direitos e deveres.

    Vídeo Morgan Freeman
    http://www.youtube.com/watch?v=tNEoIo3XMws

    Vídeo sobre o descaso com relação aos homens
    https://www.youtube.com/watch?v=wFHqx2q93EE

    ResponderExcluir