terça-feira, 17 de maio de 2011

Eu não sou uma esfínge...

Hoje pela manhã, tive a feliz oportunidade de ver um arco íris.
Tive uma sensação tão maravilhosa, de que as coisas simples podem ser muito boas. Que nem tudo neste mundo está perdido. Que existe algo além do nosso pequeno horizonte.

Desejei imensamente que todas as pessoas que estavam naquele ônibus pudessem ver este simples e belo fenômeno da natureza e que sentissem aquele pequeno e precioso momento de plenitude.

Não sei como, mas preciso dizer - meu amor, eu não sou uma esfinge!


Por MARIA,L.P.

2 comentários:

  1. A insegurança, falta de líder, estelionato politico, manipulações, sem falar nos problemas pessoais tampa o sol, deixa-nos cegos, realmente é muito difícil escapar desse condicionamento e ver com a alma como você conseguiu.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Lamentavelmente, estamos presos.
    É tão bom ter momentos em que sentimos a que existência tem valor!

    ResponderExcluir