terça-feira, 22 de março de 2011

Nós somos Lanceiros!

LANCEIROS




Começamos a dançar por acaso, a convite de amigos começamos fazendo cursos de danças de fandango.

Depois de algum tempo fazendo diferentes cursos, percebemos que queríamos ir além daqueles chamamés, então procuramos uma invernada artística, e passamos a compor um grupo de danças tradicionais gaúchas. Pelas entidades que passamos, tivemos a feliz oportunidade de conhecer muitas pessoas e partilhar de ricas experiências culturais e humanas.
A vida fez que tomássemos rumos diferentes, e o destino fez de nós ‘Lanceiros’.



Os ‘Lanceiros’ surgiram em maio de 2007, com o primeiro Curso de Danças Gaúchas de Fandango, ministrado pelos irmãos Walter e Letícia no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora das Graças (Bairro Rondônia/Novo Hamburgo). Novas edições do curso ocorreram em 2008 e 2009. Devido a positiva repercussão dos cursos e, sobretudo, dos bailes de formatura, em 2010 ocorreram duas edições do curso – a primeira, tradicional no salão paroquial e, a segunda no saguão da Escola Estadual Borges de Medeiros, com o baile de formatura na Sociedade Gaúcha de Lomba Grande.

‘Lanceiros: danças gaúchas de salão’ se configuraram como tal no início de 2011, contando com os instrutores Walter e Letícia, contando com os colaboradores Michele, Max, Luiz André Batata, Gabriela, Perci, Luiza; além de um profundo apoio e estímulo do amigo Gilmar e do Grupo Eco do Pampa, que desde muito cedo apostou na proposta dos Lanceiros.


Os Lanceiros têm por objetivo a democratização da arte e da cultura gaúcha através da música e da dança. O que conhecemos por cultura gaúcha é um emaranhado de tradições, historicidade, lendas e costumes, que algumas vezes se tornam restritos à entidades e representantes. É importante cultivar as nossas tradições, mas também é preciso dar acesso às pessoas que ainda não as conhecem, de degustar e vivenciar esta cultura através da dança. Dançar agracia a vida e alimenta a alma. E todos gaúcho tem o direito de conhecer e vivenciar a sua cultura.



Por que Lanceiros?


Lanceiros Negros é o nome que foi dado ao corpo de lanceiros, formados por negros durante a Revolução Farroupilha (1835-1845), estes eram recrutados com a promessa de liberdade ao final da revolução. Eram dois corpos de lanceiros, formados por 8 companhias de 51 homens cada, totalizando 426 lanceiros. Os lanceiros faziam frente de batalha (por alguns chamados ‘bucha de canhão’), tinham como único armamento as lanças, desprovidos de uniforme e soldo. Os negros foram tiveram um papel fundamental durante a revolução e durante toda a história do Rio Grande, contudo sua importância hisoriográfica ainda é fruto de discussões. Sabemos que o corpo de lanceiros foi executado em uma embocada em Porongos, em novembro de 1844, vésperas do desfechi da revolução. Desarmados e e condenados, morreram unidos sem abandonar o seu maior ideal – a tão sonhada liberdade. Mesmo morrendo em batalha, estes negros jamais deixaram de lutar pela liberdade do seu povo.

Estes negros foram exemplos de luta e resistência. Nós também somos lanceiros, hoje negros e brancos, lutamos pela liberdade e pelo direito ao acesso de todos a sua história e cultura.



'Lanceiros: danças gaúchas de salão' é o nosso novo projeto!
Contamos com todas as parcerias possíveis para a inauguração dessa proposta!

Nossa primeira atividade é o lançamento do 3ºCD do Grupo Eco do Pampa, dia 26 de março na Sociedade Gaúcha de Lomba Grande.

Neste baile será lançada a primeira edição de 2011 dos cursos de danças gaúchas de salão! Aguarde!

Informações:
http://www.sociedadegauchalombagrande.com/?id=0031523A
http://www.grupoecodopampa.com.br/
Perfil no orkut Lanceiros http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=1288430627195138457
Contato: lanceiros_nh@yahoo.com.br

Participe! Pela democratização da arte e da cultura gaúcha já!

Por MARIA, L.P.

Nenhum comentário:

Postar um comentário