quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Notícias sobre a minha Mãe!

Hoje escrevo apenas para fazer algumas comunicações, boas notícias!

Depois de tantos sustos e preocupações, a mãe está melhor. Bem melhor.
Ontem, tirou o gesso do braço, e pode ir tirando o colete aos poucos. As costelas estão calcificando bem, a clavícula é que vai demorar um pouco mais. As dores continuaram por um bom tempo, mas para a idade e para a saúde dela, a recuperação está mais rápida que o previsto.
Minha mãe é forte. É uma guerreira.

Minha mãe é uma daquelas mãe 'tipo bicho', que faz tudo pra ver a cria bem. E esses dias que ela ficou/está ficando dependente, foram cruéis pra ela. Mãe ta acostumada a fazer as coisas pros outros, abrir mão das suas preocupações pelos problemas dos seus. Pude entender um pouquinho do que ela passou das vezes que o Mano se acidentou de moto. A preocupação, o medo, a dedicação. Estou certa que a minha 'atuação' foi pequena, comparando com o que ela teria feito se um de nós estivessemos no lugar dela.
Triste não é ter que fazer pelo outro, mas é ver que o outro não consegue mais.
Mas isso está passando, e muito em breve, ela vai estar dançando nos bailes com a gente. Até de manhã.
Minha mãe é um dos meus maiores orgulhos. E se estou na luta, luto também por ela.

No hospital, enquanto a mulher da cama ao lado surtava, eu de alguma forma entendia. A direção do hospital acionou a assistente social para localizar o filho dela, que quando lá chegou, além de ser um grande estúpido, não deu a minima para ela. Um amigo me falou, que este é o tipo de coisa que é colheita do que plantamos. Mas não posso acreditar que um ser humano possa tratar uma mãe daquela forma. É muito cruel.
Não era a minha, mas era uma mãe.
Sei quantas são as mulheres que dão duro para criar seus filhos, e acabam envelhecendo doentes e sozinhas. Sou fruto de uma família tradicionalmente bem estruturada, que vive bem, tranquila.
Mas aprendi no suor dos meus pais a dar valor as coisas, e a lutar pelo que é correto e justo.

Mãe, essa canção é pra ti... pois sei o quanto gosta dessa letra e desse chamamé!




Por MARIA,L.P.

2 comentários:

  1. Traz muita paz um poste dedicado a quem a gente ama, parabéns pelo carinho a tua mãe.
    Abraços

    ResponderExcluir