terça-feira, 5 de outubro de 2010

Quarto de despejo



"Estou num quarto de despejo. E o que está num quarto de despejo ou vai para o lixo ou queima."





“Um dia houve uma inauguração de um parque infantil, próximo da favela. Todo mundo foi... conta Carolina. A certa altura, os adultos começaram a expulsar as crianças e a tomar conta das gangorras e balanços. Carolina disse para uma companheira, que morava ao lado: “Este é o tipo de animal com quem eu tenho que viver. Eu os porei no meu diário, assim jamais serão esquecidos”.


Frustrações. Trechos da vida e da obra de Carolina Maria de Jesus - Mulher, negra e favelada. (1914-1977)


Por MARIA, L.P.

Um comentário:

  1. São tantas as riquezas da vida que desconhecemos, obrigado por me apresentar a Carolina Maria de Jesus
    Abraços

    ResponderExcluir