segunda-feira, 2 de agosto de 2010

As coisas nas quais eu realmente acredito

"Eu te disse, quando a gente começar a cantar "quem é que vai?" tu vai chorar."


Foi o que eu disse a um dosm meninos que serviu junto comigo no fim de semana. Aconteceu o 9ºOnda lá da paróquia, e muitas coisas boas e ruins ocorreram, como de costume. De fato, cada Onda é um Onda. Nunca é igual, nem parecido. Vi muita gente chorar, chorar mesmo, de soluçar... uma vez disseram pra nós que isso não precisava a contecer, mas quando acontece, temos certeza que de alguma forma mexemos com o coração alheio.

Não há nada mais impressionante do que ouvir um "eu te amo" entre lágrimas, da boca de um amigo.
Sobretudo, quando tu acompanhou todo o crescimento deste teu amigo. Tu viu ele brincar, crescer e se ternar "gente grande"... Ai tu vê as coisas que realmente valem a pena.

Vale a pena servir.
Servir por fé, servir por amor, servir por acreditar.
Eu tenho fé, mas tenho dúvidas.
Eu tenho amor, mas não tenho humildade suficiente.
Eu acredito, e isso sim é inteiro!
Acredito que o grupo de jovens, que se une em nome da fé, e cresce pelo amor faça a diferença na vida das pessoas.
Acredito que quando tu ouve alguém, tu alivia o coração dela.
Acredito que quando tu te mostra disponível, tu sempre vai ser útil de alguma forma.
Acredito que o amor faz qualquer coisa. E foi o que o Maninho disse, em outras palavras, quando disse porque ainda está no Onda. E esse é a minha maior motivação... ver no olho dos que amo que todo o sofrimento vale a pena, porque nunca estaremos sozinhos quando lutamos por aquilo que é certo.
E não há nada mais certo que o amor.

Doze anos da minha vida dedico ao amor.
Amor ao Onda, aos meus amigos, a Deus.
Amor, mas sobretudo fé. Fé no Onda, fé nos amigos, fé em Deus... fé na existência.

Acretido na vida e nas pessoas.
Quando sonho em mudar o mundo e as realidades, esse é o meu modo.
O amor. Por que a vida, a fé e Deus não são nada, que não seja amor.



Por MARIA, L.P.

2 comentários:

  1. AAAh, então tu tambéns é outra historiadora saída da Igreja...

    ResponderExcluir
  2. Pois é, vim de lá.
    Vou aproveitando enquanto não sou expulsa...
    rsrsrrs

    ResponderExcluir