sexta-feira, 20 de março de 2009

Amadurecência...


Amadurecência...

Na verdade eu queria dizer Eu não sei na verdade quem eu sou, mas precisava começar assim...


Faz algum tempo que não mais posto nada, pois não tive mais tempo para sentar e escrever o que penso, pois nos últimos dias tenho escrito apenas sobre o que os outros pensam, e particularmente isso tem me incomodado um pouco, por isso me deixar presa, sem expressão, sem voz, sem nada. Mas creio que a minha vontade era fazer uma relação entre essas duas canções, que têm embalado minhas inquietudes, e é a isso que me oportuno.


O que mais me atormenta é que Eu não sei na verdade quem eu sou! Todos os dias tento responder a isso, mas só faz aumentar a minha dúvida.


Penso ser alguém, mas sempre me disseram para estudar para ser alguém na vida, contudo, se ainda estudo, não chego a ser alguém? Disseram que o trabalho dignifica o homem, não trabalho, apenas estudo, logo não sou digno? Diziam que quando me casasse seria uma boa mulher, não me casei e nem pretendo, logo, não sou mulher? Diziam que quando crescesse, entenderia, cresci, mas por que não entendo? Ou será que não cresci??


Dentre outras tantas questões que me deixam insone, essa é a que mais me deixa aflita por que não entendo?? Tanta gente, tantos lugares, tantos acontecimentos, mas por que não entendo?!!!! Não sei por que essa infame existência me parece tão sem sentido... Por que estamos aqui?


As vezes acho que Deus é uma criança, e nós somos seus brinquedos. As vezes acho que ele é adolescente, e vive de mau humor. Mas me preocupa pensar que Ele possa ser adulto, trabalhar o dia todo, estudar a noite e quando chega em casa, olha pra nós e não dá a mínima. Sim, isso me assusta! Até porque sei que Ele existe, em algum lugar... Não teria sentido existir tudo, só por existir! Eu ainda não encontrei esse sentido, mas continuo a procurar... Não penso em desistir de encontrar as respostas para minhas perguntas, mas incomoda ao invés delas começarem a se minimizar, elas só aumentarem!


No auge daquilo que me desepera, hoje escutei de alguém Amadurecência... Ao questionar um certo alguém, sobre algo que é a mim que aflige, foi isso que escutei... Amadurecência! Em momento algum isso respondeu algum dos meus questionamentos ou minimizou um dos meus conflitos, mas inicialmente pensei apenas estar adiando uma resposta, contudo, refletindo acabei me sentindo confortada.

Quando dizem que o tempo resolve as coisas, é mentira! Pois o tempo apenas adia as coisas. Amadurecência, é todo o processo, que envolve tempo, mas também envolve conflito, crescimento, conhecimento, cumplicidade, coerência, mas também amor e amizade. O tempo não resolve nada, nunca resolveu nada pra mim, mas amadurecência...


Ao retomar o Eu não sei na verdade quem eu sou, eu continuo sem saber. Penso que talvez, eu nunca venha realmente a saber. Espero, sinceramente, que ninguém seja capaz de responder essa pergunta. Vou permitir aos meus insetos interiores ruminarem por mais um tempo essa questão... Quem somos nós? A que viemos?


Perguntas e mais perguntas, respondo: não sei!


Mas a Amadurecência... Talvez um dia, diga alguma coisa...


Um dia...


Um dia...




... talvez!




Por Letícia Maria
MARIA, L.P.