terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Identidade




Indentidade...



Mais uma vez, é noite e estou sozinha no meu quarto. Finalmente, seguido a sugestão de alguns amigos, venho expressar minhas dúvidas, agústias, indagações, questionamentos nesse blog. Como gosto de escrever, creio que não será muito difícil...

Para dar início, creio que o tema Indentidade seja interessante para uma reflexão acerca do que exatamente vem a ser isso.

Luis Marenco, grande músico do cenário Nativista gaúcho, comenta em DVD, que identidade não é apenas um documento, mas aquilo que nos representa como indivíduos.

A bem da verdade, nessas noites quentes de verão, me deparo refletindo mesmo sobre minha humilde e tosca existência. Sim, ainda me confronto com minhas crises existências! Mas quem não reflete sobre si próprio?? Quem realmente somos?? O que parecemos ser? Como as pessoas nos veêm?? O que realmente importa nessa existência? Talvez, ficar remoendo algumas coisas, não seja o ideal, mas pensar no verdadeiro sentido de tudo acontecer, de estar aqui a viver essa vida, gosar de tais aspectos identitários que nos constituem nisso: absolutamente aquilo que somos.


Como diria Gilberto Freire "Aprendiz, sempre aprendiz". Então estamos aqui por algum motivo. Em uma busca infinita e contante de um sei lá o quê. Mas na busca.


E por que comecei escrevendo sobre indentidade?? Escrevo sobre identidade pois essa pode definir-se como sendo um conjunto de caracteres próprios e exclusivos de uma determinada pessoa. E isso está fortememte irteligado às atividades de cada pessoa, à sua história de vida, ao futuro, sonhos, fantasias, características de personalidade e outras características relativas ao indivíduo. A identidade permite que o indivíduo se perceba como sujeito único, tomando posse da sua realidade individual e, portanto, consciência de si mesmo.


Ao criar um blog denomidado Memórias de uma motoqueira solitária, venho a escrever um pouco sobre exatamente isso: sobre alguns dos meus aspectos identitários. O que configura minha identidade, o que me constitui como indivíduo, o que me alicerça como pessoa, o que me completa como mulher, o que me faz ser apenas eu mesma. Um pouco sobre muita coisa, e muito sobre nada. Apenas, escritos meus!




Por Letícia Maria
MARIA, L.P.

6 comentários:

  1. Gosto do tema identidade.
    Alguns tem por demais, outros nem sabem oq significa.
    Boa sorte nos teus escritos!
    Estarei sempre acompanhando!!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom começar um blog, espero que consiga manter, não faça como eu, que abandono os coitados (com excessão ao vanessa50050.can.br)!
    Estarei também, como a Lolita, acompanhando teus textos sempre!
    Bjo, bjo!
    Vanessa

    ResponderExcluir
  4. É a melhor forma de fazer terrorismo psicológico com nossos monstros do armário!

    ResponderExcluir
  5. Na verdade não havia pensado nisso, mas não é má idéia!

    ResponderExcluir